35 dias desbravando o Alasca

15 de outubro de 2015

Alasca

Ontem, dia 14 de outubro de 2015, deixamos o Alasca depois de 35 dias desbravando essas terras tão longínquas. Chegamos com as cores de outono e deixamos já sentindo o frio do inverno que se aproxima. Mas voltamos ao Canadá com uma certeza, de que valeu a pena conhecer esse canto do mundo!

E vale a pena saber alguns fatos e curiosidades sobre esse estado americano (o número 49, ou apenas 49 como muitos o chamam):

  • Um quinto do território americano está no Alasca, com 1.518.800,108km2 de área, 3.862km de leste a oeste e 2.285km de norte a sul. Esses números o tornam maior que os estados do Texas, Califórnia e Montana juntos.
  • Está a apenas 88,5km da Rússia, o chamado Estreito de Bering.
  • Dos 20 maiores picos dos Estados Unidos, 17 estão no Alasca, que possui 19 picos acima de 4.200m. Inclusive a maior montanha do país, o Monte McKinley ou Denali(na língua local, “O Maior”) com 6.166m, se situa neste estado.
  • O rio Yukon, com quase 3.218km de comprimento, é o terceiro rio mais longo dos Estado Unidos. Existem mais de 3.000 rios no Alasca e cerca de três milhões de lagos. O maior dos lagos, possui mais de 2.500km2.
  • Existem mais glaciares ativos e campos de gelo no Alasca do que no restante do mundo habitado. São mais de 100.000 cobrindo uma área de 77.700 km2. O maior de todos é o Glaciar Malaspina com 2.201km2.
  • Existem mais de 70 vulcões ativos no Alasca e diversos deles entraram em erupção recentemente. Em março de 1964, o terremoto mais forte já registrado na América do Norte teve seu epicentro no Alasca com uma força de 9.2 na Escala Richter. Acontecem cerca de 50 terremotos de escala 5 anualmente.
  • Sua capital, Juneau, é a única capital de estado nos Estados Unidos continental que só pode ser acessada por água ou ar.
  • O Alasca possui 10.686km de costa e, incluindo as ilhas, 54.559km (duas vezes a quilometragem de costa de todos os estados do sul juntos).
  • A cidade de Barrow no extremo norte(acessada apenas por avião) está a apenas 1.280km do Polo Norte. Quando o sol nasce em Barrow no dia 10 de maio, ele não se põe por quase 3 meses (84 dias de luz). Quando ele se põe no dia 18 de novembro, seus habitantes não o veem por mais de 2 meses (67 dias de escuridão).
  • Em Anchorage, no solstício de verão, os dias possuem 19.21 horas de luz. Já no solstício de inverno, apenas 5.28 horas de luz.

Se os números surpreendem, imaginem visitar o Alasca…

Pelo Alasca...

 

 

Deixe o seu comentário

Seu email não será publicado ou partilhado. Os campos marcados com * são obrigatórios.

*
*



3 comentários. Confira:

  • Fantástico, parabéns por esse feito, os números impressionam! Abraço

    Mateus
  • As imagens impressionam e as informações complementam a matéria e as tornam inesquecíveis. Grande abraço. Continuamos orando por vocês.
    GILSON MACHADO e família. (São Bento do Sul)

    GILSON MACHADO - São Bent
  • Que experiencia!
    Muito obrigado pelas informacoes sobre esse imenso estado do Alaska.
    Me permitam acrescentar um detalhe relativo ao Monte McKinley: No dia 28 de Agosto de 2015 (bem recente) o governo dos USA retornou o nome desse grande monte ao nome original _ Monte Denali (ou Dinali).Parabens pelo que ja fizeram e que Deus os proteja em suas viajens.
    Recebam o meu abraco, desde Fort Worth, Texas.
    Jef. Drummond

    Jef. Drummond

Patrocinador

Apoiadores

Victória Motor Homes
Xthor
Sol Paragliders

2018 © Mundo por Terra

www.scriptsell.netLargest Online Shopping and Fashion Network