Diário de Bordo 6 – Brasil 1

Era hora de pegar a estrada…

Depois de muitos abraços de despedida, era hora de pegar a estrada.

Onde moramos, São Bento do Sul – SC, há quatro saídas principais com sentidos diferentes: Joinville, Jaraguá do Sul, Curitiba e Mafra. Nossa opção foi ir sentido Mafra, pois noutro dia, segunda-feira, ainda teríamos que lacrar a placa de nosso carro e seria preferível fazer isso ainda dentro do estado. Nos primeiros 30km familiares ainda acompanhavam o tranquinho lento do Lobo da Estrada, que parecia estar feliz em viajar novamente. Na BR-116, em Mafra, há um posto da Polícia Rodoviária Federal. Foi lá mesmo que dormimos nossa primeira noite.

Noutro dia, com o carro lacrado e placas novas, seguimos a Curitiba, onde fizemos mais um pit-stop na casa do Yguaçu e da Silvia. Para partir numa viagem grande como essa, você inicia os planos com muita antecedência, mas dificilmente está 100% pronto na hora de partir. Essa parada foi justo para deixar nosso carro um pouco mais em ordem. Mas é o seguinte, escrevemos esse diário no trigésimo dia de estrada e ainda não terminamos a arrumação. Isso leva um tempo, algo entre 30 e 900 dias talvez, hehe. No Yguaçu, claro, rolou aquele churrasquinho de praxe.

O primeiro maior deslocamento foi quando fomos a Araçatuba – SP. Lá situa-se a fábrica da RedFly, onde tínhamos uma encomenda para pegar e levar conosco nessa volta ao mundo. É o paramotor, a aeronave que vai nos tirar do chão para fazermos imagens aéreas.

Araçatuba nos recebeu muito bem, tanto pelos proprietários da RedFly, Claudemir e Vermelho, como pelo prefeito da cidade, que nos convidou inclusive para participar de um evento solene de inauguração de uma escola e nos deu a honra de deixarmos nossa marca na cidade, plantando um Jequetibá nesta escola.

O paramotor é algo novo para nós. Então, como parte do plano, fizemos um rápido treinamento em manutenção e regularem, visto que haverá diferentes altitudes em nosso caminho e o motor irá requerer regulagens específicas para cada uma delas. Nosso motor é um Fly 100, com 100 cilindradas. É leve, pesando menos de 20 kg sem combustível. Talvez, para as maiores altitudes, o motor devesse ser mais forte, mas como ambos queremos voar e somente temos um motor, para a Michelle, muito torque seria exagero. A estrutura central onde o motor é acoplado é de alumínio, mas a periférica é fibra de carbono, tendo sua hélice em madeira. Aliás, levamos conosco três hélices para eventuais pousos ruins que possam quebra-la e mais algumas peças extras. As velas, que são as mesmas utilizadas para vôo livre (parapente), ficam no bagageiro dentro do carro, mas o motor, colocamos numa caixa externa sobre o reck. Essa caixa, assim como outras para o equipamento fotográfico e computador, são de uma marca americana chamada Pelican, muito resistentes e 100% a prova de água ou pó. É importante ter proteção e isolamento garantido para nossos equipamentos.

Pode parecer estranho, se após Araçatuba, tendo MT e MS como destino, nós nos dirigimos a Belo Horizonte! Sim, foram muitos quilômetros em sentido oposto, mas que tinham uma razão especial. Estávamos indo aprender a registrar nossa viagem através de vídeos.

Na primeira volta ao mundo fomos um pouco teimosos, confessamos. Muitos nos sugeriram filmarmos tudo, mas pela nossa inexperiência, acabamos só fotografando. Se nos arrependemos? Sim, mas nunca é tarde para mudarmos de opinião, certo?

Nosso instrutor em filmagem Alberto Andrich e sua família, conhecemos em São Paulo, quando gravamos a campanha de divulgação da Adventure Sports Fair de 2014. Sabe aquela sintonia que acontece de vez em quando? Então, com eles aconteceu e por isso fizemos esse deslocamento todo para um curso que poderíamos ter feito muito mais próximo de nossa cidade.

Ficamos 8 dias em Minas Gerais. Desses, três passamos nas imediações da Serra do Cipó, captando tudo através das lentes de nossa câmera. A propósito, nossas câmeras fotográficas também filmam, então será o mesmo equipamento para fotos e filmagens.

A Serra do Cipó é lindíssima, situada a menos de 100km ao nordeste de Belo Horizonte. A vegetação que predomina é o cerrado, cortado por rios cristalinos de tirar o chapéu. Lá, além de toda a beleza, há duas lendas, uma morta e outra viva, que gostaríamos de compartilhar. A morta é o Juquinha, um senhor muito simples que encantava os turistas com flores nativas colhidas no campo. Mas Juquinha virou lenda porque custou a morrer. Isso deve-se a uma doença rara que ele tinha, a catalepsia, que fazia com que seu coração parasse de bater e depois de um bom tempo, voltasse a vida! Dessa forma, houve mais velórios do tal Juquinha, que do nada, se levantava do caixão assombrando a todos! Juquinha morreu de verdade em 1983.

A outra lenda, que ainda está viva, é o amigo que fizemos por lá, o Beto Cipoeiro! Um cara muito bacana e conhecedor da Serra do Cipó como ninguém, tendo feito filmagens de todos aqueles rios e cachoeiras de um helicóptero. Beto Cipoeiro foi quem nos recebeu em sua casa no período que lá ficamos. Esse é daqueles caras que entendem um pouco de tudo, sabe? Seus palpites devem mesmo ser levados em consideração. Além de guia de aventura, Beto dá instrução de combate a incêndio na mata.

Mas nem falamos das filmagens ainda!!! Bom, este vídeo abaixo falará por nós…

Os três dias filmando em campo e mais cinco na casa do Beto Andrich aprendendo a baixar, organizar, tratar, mixar e finalizar os vídeos, nos deram noção de como devemos proceder para fazer um trabalho com qualidade. É claro, daqui para frente é prática. Junto ao Beto, as coisas eram facilmente esclarecidadas e corrigidas. Dali para frente seria com a gente. Agradecemos imensamente ao Beto, Alessandra, Amanda, Yuri e Thor pela ótima estada. Foi muito divertida a convivência com a família “Seis por aí”!

Quem se lembra da campanha de lançamento de nossa expedição “O que você faria em 900 dias?” Nela mostramos alguns de nossos principais objetivos mundão afora nos 900 dias de expedição. Nosso primeiro grande sonho é ver de perto, na vida real e sem grades, o fascinante, temível e bem brasileiro predador: a onça pintada!!! Chegou a hora de ir ao Pantanal em busca dela.

No meio do caminho, que é longo, visitamos o Luli, Cheila, Maria Alice e João Luis, em Mineiros – GO. Luli, ou Luis Carlos, é primo da Michelle e mora há 6 anos pras bandas de cá. Como a maioria dos que moram por aqui, trabalha com a agricultura. São fazendas e mais fazendas. Algumas de perder de vista no horizonte. A maioria são de soja, cana de açúcar e algodão. Também aqui se situa a maior planta da Perdigão, o que atrai trabalhadores de diversas partes do Brasil. Tivemos ótimos momentos em Mineiros, mas o nosso primeiro grande destino nos chamava.

E vamos que vamos rumo ao Pantanal…

 

PS 1 – enquanto viajávamos, olhávamos constantemente os campos ao redor, tendo como alvo das nossas lentes o tamanduá bandeira. Até agora nada, mas ainda há grandes expectativas de encontrá-los antes de sair do Brasil.

PS 2 – no vídeo, quando filmamos do paramotor, reparem que no meio do Rio Cipó aparecem 5 pequenos objetos não identificados boiando. São capivaras, ok? Quem sabe, quando adquirirmos mais experiência de voo, possamos filmar os animais mais de perto!!!

PS 3 – gostaríamos de registrar aqui nosso profundo agradecimento a empresa paulista, da qual temos a honra de fazermos parte, chamada ECCO TALENTOS. (www.eccotalentos.com.br) Representados por Mariana Britto, Marcelo Siqueira e David Schurmann, são eles que trabalham conosco desde o primeiro dia de planejamento desta expedição.

 

Trajeto percorrido

Itinerário 6

 

Fotos

Primeira noite dormimos num posto da Polícia Federal em MafraEstava uma bagunça dentro do carroE cortinas improvisadasJantar na casa dos amigos Yguaçu e SilviaReforço para o suporte do estepe traseiroRoy e Ygua, duas figurasLuiz Carlos da Acqualive que garantiu a qualidade de nossa águaRed Fly preparando nosso paramotorCom o Prefeito Cido de AraçatubaPlantando um Jequitibá na inauguração de uma escola em AraçatubaMi, Vermelho, Claudião e RoyO interior de SP estava colorido pelo ipês amarelosContrastesTerra vermelha e muita poeiraRepresa de FurnasRoy e Mi, pôr-do-sol no Topo do Mundo em BHTreinamento em filmagem na Serra do Cipó. Foto: Alberto AndrichDois moleques. Foto: Alberto AndrichBelezas da Serra do CipóTomando um banho no CanhoeirãoMi, Beto Cipoeiro e RoyTurma da pesadaPontes antigas da Serra do CipóSerra do CipóSerra do CipóVista da vila de Cardeal MotaMirante. Foto: Alberto AndrichEm cursoPós-produção de nosso vídeo da Serra do CipóFamília Andrich, grandes amigosPelas estradas de Minas GeraisPôr-do-solMuitos tucanos pelo caminhoEmasRoy na boléia...... pelas estradas vicinaisRumo a MineirosE a chuva se aproximaChuva fina no meu para-brisa...Mais um pôr-do-solOs primos: Michelle e Luis CarlosLuli, Maria Alice, Cheila, João Luis, Mi e RoyFardos de capimFardosEm focoRegião de muita agricultura e pecuáriaAraras pelo caminhoLobo na estrada preferida dele, de terraLindo!Registrando uma plantação de algodãoPor entre os algodõesAparecendo as primeiras chapadas

Deixe o seu comentário

Seu email não será publicado ou partilhado. Os campos marcados com * são obrigatórios.

*
*



28 comentários. Confira:

  • Infelizmente o Beto Cipoeiro faleceu este ano. Lenda!

    Gabriel
  • Oiiiiiii Roy e Michelle!!!!
    Demorou mas estou de volta hehehe
    Trabalho, viagem, férias, viagem, trabalho e agora uma passadinha no Mundo por Terra para me atualizar!! Mesmo que seja tarde, näo vou deixar de acompanhar vcs!!!!
    Aiaiaaiiiiii faz tempo que eu näo me arrepio, no bom sentido é claro heheehe, mas ver o vídeo, vcs como atores principais e saber que viemos do mesmo lugar, que nos conhecemos… deu um orgulho, a emoçäo brotou em lágrimas e o respeito é de tirar o chapéu!!!! Lindossss, lindo vídeo, imagens fantásticas dignas de se compartilhar com o mundo todo!!! Parabéns!!! Um sonho que passou do papel, do virtual para uma imagem animada, um vídeo, as vozes, os sons e as sensaçöes de uma grande aventura! ahhhhh como isso me faz bem!!! OBRIGADA!!!!! Beijocas e vamos em frente por essa estrada… onde a chuva fina no “nosso” para-brisa traz cheirinho de poeira, onde vento de saudade bate em nosso peito e a lágrima caída é de emoçäo por conhecer vcs!!!!
    Boa Viagem!!!!!!
    Beijocas Cleusa e Uwe

    Cleusa Nalú Strecker
  • A foto do Roy camuflado no meio do algodão ficou muito
    boa e engraçada ao mesmo tempo!
    Rimos muito hehehehe

    bjOOOOS!!!!

    Miri-Orestes-Julia-Jes
  • Excelente viagem para vocês….vou acompanhar….

    Rosilene Eiselt Tauscheck
  • É pura emoção acompanhar vocês. Tanto as fotos como o vídeo estão maravilhosos. Parabéns!
    Sigam em paz!

    Leones
  • Show de roda…e ainda muitos quilômetros a rodar…
    o vídeo ficou show e nos aproxima ainda mais dessa aventura.Grande abraço. Boa viagem.

    Marcelo Schreiner
  • Que bacana parabéns e boa viagem!

    raul stolf
  • ÓTIMO VIDEO, DESEJO BOA VIAGEM….

    Manolo
  • MUITO LEGAL O VIDEO. AS TOSO TAMBÉM. BOA VIAGEM. GRANDE ABRAÇO. (Gilson Machado e família)

    GILSON MACHADO
  • Huhuuulll. Que maravilha. Boa viagem.

    Mauri
  • Lindas fotos!!!!

    Que pôr do sol, hein?!!!!

    Saudades de vocês já!!!
    Beijo grande, fiquem com Deus!

    Dani
  • Maravilha!!!! Obrigada por nos permitirem viajar com vocês.
    Um forte abraço!!!

    Flávia Regina S. Eiselt
  • Bom dia Roy e Michelle e vamos lá, muuuuuuuiiiiiiiita estrada pela frente. Abraços.

    Manoel Moreira
  • Obrigado ao Roy, Mi e aos patrocinadores…
    Vcs nos proporcionam viajarmos juntos!

    Luís CAP
  • Queridos Michele e Roy
    Tenham em todos os dias um BOM DIA
    Abraço.

    monica malewschik
  • IMAGENS MUITO LINDAS , PARABÉNS.
    SÓ TEM UMA COISA QUE ESTRANHO, VCS VÃO VER O MUNDO E TEM UM PNEU ENORME TAPANDO PARTE DA VISÃO DE DENTRO DO CARRO, EU ACHARIA OUTRO LUGAR PARA ELE COM CERTEZA, NÃO FICARIA NEM UM MISERO DIA NA MINHA FRENTE! VALEU ABRAÇOS E BOA VIAGEM.

    Adriano
  • desde Lincoln buenos aires argentina capital del carnaval cada ves que podemos con mi familia le damos una mirada ala pagina de ustedes y nos pone muy contentos poder ver que hayan emprendido nuevamente sus pequeñas vacaciones . tenemos su libro y esperamos nueva historias del viaje

    ivan
  • E eu achei que os bixanos lá em baixo no rio ( vídeo parte aéra) já eram uns jacarés, kkkkkk!!!!

    Show demais curtir os diários!! Assim já nem dá mais (tantas) saudades! Queremos mais é ver vocês na estrada!!! Nossos grandes repórteres desse mundo!!!!

    abraço apertado, suspiro dobrado!

    Dani Weiss - irmã saudosa
  • Excelente as fotos.

    Virgilio Pereira Junior
  • Gostei bastante do diário espero ver a onça pintada tudo de bom abraço.

    Regina Pereira
  • Gosteiii!!!!!! que filme cara ficou d++++

    Yguaçu
  • Iniciaram muito bem. Belas imagens e belas fotos. Abraços.

    LUIZ FELIPE M CAMPELO
  • Que legal! Começando a acompanhar vocês nesta segunda aventura. Até parece que o tempo não passou… É pura emoção ver tanta coisa linda novamente. Tanto as fotos como o vídeo estão maravilhosos. Parabéns!
    Sigam em paz. Em pensamentos estaremos sempre com vocês! Abraços saudosos!

    Leones
  • Parabéns!! Boa viagem e aproveitem bastante! Não conhecia a história de vocês e após conhecer no facebook, achei este site e comprei o livro tb! Já estou lendo e adorando! Sucesso!

    Erico
  • Adorei!!! Gostei muito da ideia da filmagem!! Vou acompanhar tudinho!
    Bjs pra vcs e até o próximo diário

    Patricia Carla Schmalz
  • Ahhhhh Simone, estragou minha felicidade…segundaaaaaaaaaaa então…

    Viviane Weiss
  • Uhuuuuuuuuuuuuu!!!Primeiraaaaaaaaaaaaa…
    Tenho certeza que vendo as primeiras fotos e o vídeo, vcs vão se superar desta vez…claro que foram muito bem orientados…Saudades já! Enquanto vcs estão aqui no Brasil parece que estão pertinho…agora é que a ficha vai cair! Maria Helena quer saber onde está a casa/carro dos dinhos…bjos pra vcs!

    Viviane Weiss
  • Muito legal sôôô.

    Simone

Patrocinador

Apoiadores

Victória Motor Homes
Xthor
Sol Paragliders
EBPM

2013 © Mundo por Terra

www.scriptsell.netLargest Online Shopping and Fashion Network