No topo da Ucrânia

21 de junho de 2017

O Monte Hoverla (2.061m) é o ponto mais alto da Ucrânia e é um símbolo de grandeza para o povo local. Por ser de fácil acesso, milhares de ucranianos sobem até seu topo para apreciar a vista panorâmica da região.

Nós, para desviarmos um pouco das trilhas lotadas de pessoas, optamos por fazer uma rota mais longa. Caminhamos 36,8 quilômetros durante três dias pela crista da Cordilheira Chornohora, a parte mais alta dos Cárpatos da Ucrânia, estando a uma média de 2.000m de altitude. No terceiro dia chegarmos no topo do país.

Nosso carro ficou em uma pousada em Verkhovina e de lá fomos de ônibus por 12km em uma estrada de interior, muito precária. Descemos 4km antes da vila Dzembronia, onde começou nossa caminhada.

Vila Dzembronia.

lat70_20170528_072607

 

No primeiro dia foram 1.039m de ascensão, em 11,2km percorridos.

lat70_20170528_085739

 

Floresta nos vales e campo aberto acima dos 2.000m.

lat70_20170528_113538

 

Primeiro acampamento, a 1.727m de altitude.

lat70_20170529_022524

 

Michelle preparando sopa de miojo para a janta.

lat70_20170528_125602

 

Cama pronta nos esperando.

lat70_20170528_130504

 

Trilhas sinalizadas e ao fundo nosso destino no segundo dia, a montanha Pip-Ivan.

lat70_20170529_040140

 

Antigo observatório no topo do Pip-Ivan (2.028m).

lat70_20170529_053844

 

No segundo dia percorremos 14,7km.

 

Marcações da antiga fronteira entre os Impérios Austro-Húngaro e Polonês.

 

Muito sobe e desce pela crista da Cordilheira Chornohora.

 

Final de maio e a neve ainda estava presente.

 

Lago Nyesamovitye.

 

Segundo acampamento.

 

Curtindo o sol e preparando mais um miojo.

 

Caminho a ser percorrido no terceiro dia. O monte Hoverla é a ultima e a mais alta montanha.

 

Próximos de nosso destino final – o Monte Hoverla (2.061m), que é a montanha mais alta da Ucrânia.

 

Muitos ucranianos…

 

…e dois brasileiros no topo da Ucrânia.

 

Centenas de ucranianos subindo o Hoverla pela trilha mais acessível. Haviam tantas trilhas que pareciam carreiros de formigas.

 

Descemos 795m e a parte final foi pela floresta.

 

Na base da montanha pegamos carona com um ônibus escolar até a estrada principal, onde queríamos pegar um outro ônibus para Verkhovina.

 

Como o ônibus não parou, por essa não ser parada de ônibus, começamos a caminhar sentido Verkhovina. Depois de uns 2km conseguimos carona com um caminhão, que nos deixou em Verkhovina, onde o Lobo da Estrada nos aguardava.

Deixe o seu comentário

Seu email não será publicado ou partilhado. Os campos marcados com * são obrigatórios.

*
*



8 comentários. Confira:

  • cada foto, cada caminho….. e esse miojo? nao deu para enjoar nao, rsrsrsrs

    christine
  • voces são D+! :) o/

    Rafael Naravan
  • Lindo.muito lindo.

    Ermanir CEMBRANI
  • Que beleza! Quanta coisa linda! Essas fotos me remetem às cores azul e amarelo, cores da bandeira da Ucrânia, e junto a isso ao amigo Sérgio Zurawel (ucraniano), alma nômade como vocês, que tive o privilégio de conhecer também na feira de aventura em São Paulo. Abraços.

    Valter
  • Mais uma vez paisagens exuberantes. “Show” demais!!

    Harley G Hennich
  • Por que fazer fácil se complicado também dá. Vcs sempre procurando o caminho mais difícil para fotografar essas belas imagens. Valeu.

    José Carlos Frensch
  • como sempre, de deixar o queixo caído e a boca aberta. Que lugar lindo! Como é bom ver que apesar da tristeza das noticias de conflitos (somente isso passa na televisão), também existe o lado bom e bonito da Ucrânia.

    caio Pompeo
  • Que fotos maravilhosas!!! Estão cada vez mais lindas e perfeitas. Me emocionei com o relato e as fotos… Saudades!!!

    Leones Rudnick

Patrocinador

Apoiadores

Victória Motor Homes
Xthor
Sol Paragliders
EBPM

2013 © Mundo por Terra

www.scriptsell.netLargest Online Shopping and Fashion Network